Jogos de pôquer

SEÇÕES

Brasil suspende importação de 100 contêineres de tilápias do Vietnã

Em ofício ao ministro da Pesca, o colegiado pediu a interrupção imediata da emissão de licenças como uma “medida preventiva” .

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Brasil suspendeu as importações de tilápia vindas do Vietnã, anunciou o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro. Ele assinou o despacho que confirma o bloqueio do peixe e determina a revisão dos protocolos sanitários. Não está claro se a suspensão valerá para cargas que não estão no mar com destino ao Brasil. No ofício que enviou ao colega, André de Paula (Pesca) mencionou que estariam em vias de fechamentos de contratos para mais de 100 contêineres. 

"Nós vamos manter em alto nível a questão sanitária no País. Não é com medo da competitividade, porque nossos produtores são muito competitivos, são exportadores de filé de tilápia, mas nós não podemos precarizar a questão sanitária e colocar em risco este setor que é tão importante para nossa economia", disse Fávaro.

Desde novembro de 2023, o governo brasileiro concedeu 22 licenças de importação de filés de tilápia do Vietnã e negou outras duas. Outra carga, de 17,8 toneladas, estaria a caminho do Brasil, informou uma fonte. O produto tem origem no Vietnã. No entanto, quem comprou e embarcou - em uma espécie de triangulação - foi uma trading de Hong Kong. A operação, de US$ 66 mil, foi faturada em 20 de janeiro. No momento, não há registro de licença de importação de tilápia diretamente do Vietnã no sistema das autoridades sanitárias.

"Preocupa-nos, sobretudo, a informação sobre volume representativo de filé de tilápia do Vietnã, estimado em mais de uma centena de containers, que estaria em fase de fechamento de contratos e aguardando emissão de licença de importação a partir da anuência do Ministério da Agricultura, para ingresso em nosso país", diz o ofício do Ministério da Pesca, ao qual a reportagem teve acesso.

A Câmara Setorial de Pescados avaliou o movimento como um potencial "surto de importação" de filés de tilápias do Vietnã. Em ofício ao ministro da Pesca, o colegiado pediu a interrupção imediata da emissão de licenças como uma "medida preventiva" até que a "segura identificação e adoção de medidas de salvaguarda possam ser examinadas e definidas no âmbito nacional, incluindo a finalização da revisão dos protocolos sanitários".

No documento, o presidente do colegiado, Eduardo Lobo Naslavsky, diz que a suspensão é necessária diante do momento de "extrema fragilidade do setor de pescado brasileiro". Ele aponta até a proximidade da quaresma, principal período de comercialização no país, para justificar o pedido. 

A Câmara cobra do Ministério da Agricultura uma missão ao Vietnã para visitar plantas de cultivo de tilápia, avaliar a equivalência sanitária do sistema vietnamita e revisar o atestado de saúde animal. Segundo o colegiado, a última auditoria in loco foi há 11 anos e a revisão documental, há cinco. A entidade ainda quer ter acesso à lista de produtos e espécies de pescado em negociação com o país.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234