Jogos de pôquer

SEÇÕES

Pintor que morreu em caixa d'água na rodoviária é retirado por bombeiros

O profissional estava realizando um serviço de pintura, quando teria passado mal ao inalar gases tóxicos gerados possivelmente pelo solvente utilizado durante o trabalho, e sofrido o acidente.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O corpo do pintor Wagner de Sousa Brito, de 44 anos, que morreu na tarde desta sexta-feira (24), após cair dentro de uma caixa d’água no Terminal Rodoviário Governador Lucídio Portella, no bairro Catarina, na zona Sul de Teresina, foi retirado por militares do Corpo de Bombeiros após quase três horas de resgate. O profissional estava realizando um serviço de pintura, quando teria passado mal ao inalar gases tóxicos, gerados possivelmente pelo solvente utilizado durante o trabalho, e sofrido o acidente. 

Ao fcvizela.com, o subtenente Oynesco, do Corpo de Bombeiros, explicou que a demora no resgate se deu pelo fato do local ser estreito e confinado com gases tóxicos, diante da manipulação do solvente pela vítima. 

Pintor que morreu em caixa d'água na rodoviária é retirado por bombeiros- Foto: Ivan Lima (Jogos de pôquer)

“Em virtude disso, o ambiente ainda está bastante confinado com esses gases e, por conta disso, os bombeiros precisam atuar dentro do ambiente com toda proteção necessária, com equipamentos de proteção respiratória. Está sendo feita a utilização desses equipamentos. Porém, no ambiente onde se encontra a vítima, existe uma diferença de nível, mais ou menos uma altura de 3 metros, e como é uma vítima que é pesada, a gente não tem um local muito apropriado para mais militares poderem adentrar o ambiente. É um ambiente fechado, então houve com certeza a presença de gases tóxicos, gases que podem, inclusive, levar uma asfixia da vítima, o que provavelmente pode ter sido o fato”, pontua.

Pintor que morreu em caixa d'água na rodoviária é retirado por bombeiros

A reportagem colheu ainda junto ao Corpo de Bombeiros que o pintor ainda teria tentado sair, mas com o desmaio, acabou caindo de uma altura de aproximadamente dois metros, batendo a cabeça e morrido ainda no local devido o impacto. Uma ambulância também atendeu a ocorrência.

Wagner de Sousa era morador da zona Norte de Teresina e, segundo populares, ele não utilizava Equipamentos de Proteção Individual (EPI's). A Polícia Civil, através da Perícia Criminal, deve realizar os primeiros procedimentos de investigação do caso.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234