Jogos de pôquer

SEÇÕES

Caso Flávia Wanzeler: esposa nega participação de marido no crime

Ao fcvizela.com, a esposa de um dos suspeitos alegou ter provas que o marido não participou do crime.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) segue com as investigações para identificar e prender os envolvidos no assassinato da estudante de medicina Flávia Cristina Wanzeler Sampaio, de 23 anos. A jovem morreu após ser atingida por um disparo de arma de fogo durante uma tentativa de assalto na Avenida Homero Castelo, zona Leste de Teresina, na tarde de domingo (12). 

Na manhã desta segunda-feira (13), três suspeitos foram conduzidos ao DHPP para prestar depoimento. Ao fcvizela.com, a esposa de um dos suspeitos alegou ter provas que o marido não participou do crime. De acordo com ela, seu marido é trabalhador e está sendo vítima de uma injustiça.

Caso Flávia Wanzeler: esposa nega participação de marido no crime

“Não tem nada com a morte de ninguém. A polícia chegou, abordou e já foi levando ele. Deixou moto, deixou tudo. É muito injusto um trabalhador tá preso acusado de um crime que não fez. Ele é ajudante de eletricista. Tava na igreja ontem a noite e hoje foi preso injustamente”, disse.

Ainda segundo a mulher, o compadre do seu marido também foi um dos conduzidos. Ela relatou também que seu companheiro não possui passagem pela polícia.

No início da manhã, um adolescente de 17 anos foi apreendido sob suspeita de envolvimento no roubo do carro que foi usado pelos criminosos que assassinaram a jovemO veículo, um Renault Kwid azul, teria sido roubado em janeiro deste ano e estava trafegando com a placa adulterada, conforme policiais responsáveis pela investigação.

Os três homens e o menor de idade foram levados por policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) até a sede do DHPP e serão ouvidos pelo delegado Bruno Ursulino.

delegado Francisco Costa, o Barêtta, supõe que os suspeitos já possuem passagens pela polícia por crimes de roubo e assalto. Ao fcvizela.com, ele falou que só poderá divulgar mais detalhes sobre o caso Flávia Wanzeler após a conclusão do inquérito.

Polícia recupera carro usado por bandidos

Os policiais das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) recuperaram, na manhã desta segunda-feira (13), um veículo de modelo Renaul Kwid, que foi utilizado por criminosos que assassinaram a estudante de medicina Flávia Cristina, de 23 anos, na tarde de domingo (12), durante tentativa de assalto na Avenida Homero Castelo Branco.

Câmera flagra fuga dos criminosos que atiraram em estudante de medicina

Câmera flagra fuga dos criminosos que atiraram em estudante de medicina

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o exato momento da fuga dos criminosos que atiraram na estudante de medicina Flávia Cristina Wanzeler Sampaio, de 23 anos.

A foto mostra um veículo modelo Renault Kwid azul na avenida Homero Castelo Branco logo após o crime. De acordo com informações extraoficiais, o carro utilizado pelos bandidos foi roubado no dia 11 de janeiro deste ano.

Os criminosos abordaram o veículo do casal, um Nissan Kicks na Avenida Homero Castelo Branco, entre as ruas Alecrim e Tomaz Tajra e anunciaram o assalto, o namorado da estudante tentou dar a ré no veículo e acabou batendo o carro no portão de uma construção. Foi quando um dos criminosos afetou o disparo que atingiu o ombro de Flávia e entrou no coração.

Flávia Cristina  foi velada na Funerária Pax União, na Avenida Miguel Rosa no Centro de Teresina. O sepultamento ocorreu no Cemitério Jarim da Ressureição. 



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234