Jogos de pôquer

SEÇÕES

Dez detentos fogem da Casa de Custódia em Teresina; veja fotos

A Casa de Custódia não registrava fuga há um ano e meio. O secretário de justiça do Piauí, Carlos Edilson, instaurou inquérito para apurar a fuga.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Dez presos fugiram da Penitenciária José de Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia, na zona Sul de Teresina, na madrugada desta terça-feira, 05 de abril.

De acordo com as primeiras informações, os presos fugiram do Pavilhão I. Ainda não se tem informações sobre como os detentos conseguiram fugir da penitenciária. Dentre os fugitivos está Nilton Cesar Silva Aguiar, acusado de matar o policial militar Erivan Mesquita durante um assalto no cruzamento das avenidas Gil Martins com Barão de Gurgueia, na zona Sul de Teresina. 

O Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Piauí (Sinpoljuspi) divulgou a lista com os presos que fugiram:

 

Em nota, a Gerência da Casa de Custódia informou que a unidade está há mais de dois anos sem a entrada de qualquer material ilícito em suas dependências como droga e celular e também estava há mais de 1 ano sem registro de fuga no local.

Confira a nota completa:

A Gerência da Penitenciária Prof. José Ribamar Leite, em Teresina, informa que, na madrugada desta terça-feira (5), 10 presos fugiram do pavilhão I da unidade penal. Os foragidos são: Luiz André Evangelista de Santana, Wesley Vieira de Castro, Alesson Monteiro de Sena, Carlos Acácio Freitas dos Santos, José Danilo Oliveira Silva, Nilton César Silva Aguiar, Claudiano Sousa Santos, Francisco Assis de Sousa, Francisco Daniel de Sousa Martins e Adriano de Sousa Moura. 

A Sejus ressalta que a unidade está há mais de dois anos sem a entrada de qualquer material ilícito em suas dependências como droga e celular, graças aos protocolos de segurança adotados no local e, também, estava há mais de 1 ano sem registro de fuga no local. A Sejus irá apurar o ocorrido desta madrugada e informa também que as forças de segurança do Estado já estão em diligências para as recapturas dos presos.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234