Jogos de pôquer

SEÇÕES

Gracinha não descarta ser candidata na base de Wellington Dias

Como pré-candidata a deputada federal, a filha de Mão Santa comentou seu trabalho na cidade e seu destino partidário.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A Secretaria de Infraestrutura, Serviços Urbanos e a Defesa Civil de Parnaíba, Gracinha Moraes Souza, concedeu, nesta quarta-feira (26), uma entrevista ao Jornal Agora, da rede Jogos de pôquer. Como pré-candidata a deputada federal, a filha de Mão Santa comentou seu trabalho na cidade e seu destino partidário.

Na entrevista, Gracinha iniciou esclarecendo a sua saída de grupos de Whatsapp ligados ao senador Ciro Nogueira. Segundo ela, houveram divergências pelo destaque que seu nome teve devido seu trabalho nos últimos anos. "Temos que trabalhar de forma honesta, Gracinha vem incomodando porque é uma mulher que de repente se destacou pelo trabalho, pelo resultado, e isso as vezes é duro para os que estão no poder por muito mais tempo e estão vendo que a população não é mais boba."

A partir do momento em que me lancei a pré-candidata na cidade, pelo trabalho e pelo que a população vem pedindo, para lutar por Parnaíba, isso fez com que despertasse discussões, é mais do que natural, isso não vem de agora. E a Gracinha está escutando, Gracinha tem CPF e identidade própria, vamos separar, nós temos grupos políticos de muita história, que já andaram juntos e separados. E a população conhece a história do Piauí". 

Gracinha concede entrevista ao Jornal Agora (Foto: Jogos de pôquer)

"Aqui a gente pensa em somar força para o desenvolvimento de Parnaíba. Em 2017, quando o prefeito me chamou para ser secretária, quem veio a Parnaíba, viu a diferença, eu não falo com arrogância, mas tenho consciência. Não se paga o brilho nos olhos e o carinho das pessoas, é um trabalho que não é de hoje, e isso causa inveja e picuinha", disse.

Questionada quanto ao seu futuro político, a secretária afirmou que está ouvindo a população. "Aprendi isso desde pequena, político que não ouve a sua base e não ouve as propostas para a sua cidade, não é político. Então estou humildemente ouvindo e meu nome está a disposição. Agora, candidato tem que ter legenda, nós temos que ter legenda para representar Parnaíba."

Entretanto, Gracinha informou que a decisão só será tomada quando se descombatibilizar das pastas de secretária da cidade. "No dia que eu me descompartibilizar, no outro dia irei anunciar", declarou.

Quanto ao governador Wellington Dias, a secretária afirmou que nunca teve problemas com o mesmo. "Nunca tive problemas pessoais com o governador, sempre tratei problemas administrativos com ele e inclusive com Florentino Neto. Não concordar com atitudes, não significa ser inimiga. O que Parnaíba é ferida, é com a maioria da câmara, seja de lado A, B ou C, que vem aqui só na época de eleição".

Confira o vídeo:



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234