Jogos de pôquer

SEÇÕES

STF condena Daniel Silveira a 8 anos e 9 meses de prisão

O ministro piauiense Kassio Nunes Marques foi o único que votou a favor da absolvição de Daniel Silveira

Daniel Silveira | Divulgação
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

OSupremo Tribunal Federal (STF) condenou na noite desta quarta-feira (20), por 10 votos a 1, o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) a oito anos e nove meses de prisão em regime fechado por estimular os atos antidemocráticos e ataques a instituições incluindo o próprio Supremo. 

Os ministros Alexandre de Moraes, relator do caso, André Mendonça, Luiz Edson Fachin , Luís Roberto Barroso , Rosa Weber , Dias Toffoli , Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski , Gilmar Mendes e Luiz Fux votaram pela condenação do parlamentar em regime fechado. 

Leia Mais

André Mendonça, embora tenha votado pela condenação, se manifestou a favor da prisão em regime aberto. O ministro piauiense Kassio Nunes Marques foi o único que votou a favor da absolvição.

Além da pena de oito anos e nove meses em regime fechado, Moraes também estabeleceu perda do mandato e dos direitos políticos e aplicação de multa de R$ 212 mil.

Daniel Silveira ainda pode recorrer da decisão ao próprio Supremo. A prisão só deve ser executada quando não houver mais possibilidades de recurso.

Pouco antes do início da sessão, em pronunciamento na Câmara dos Deputados, Silveira chamou Moraes de "marginal". 

Após isso, na companhia de Eduardo Bolsonaro (PL-SP), o deputado se dirigiu ao prédio do STF para acompanhar o julgamento, mas ambos foram impedidos de entrar no plenário porque uma regra em vigor no tribunal, editada em razão da pandemia, limita o acesso a ministros, integrantes do Ministério Público, servidores do STF e advogados.

Deputado Daniel Silveira é condenado a 8 anos e 9 meses de prisão Foto: Zeca Ribeiro



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site