Jogos de pôquer

SEÇÕES

Lula fala sobre indicações e diz não ter 'pressa' para nomes na PGR e STF

Presidente da República pode indicar nos próximos dias substitutos de Rosa Weber, na Suprema Corte, e de Augusto Aras, no Ministério Público Federal.

Lula fala sobre indicações e diz não ter 'pressa' para nomes na PGR e STF | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Nesta segunda-feira (25), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou que não está com pressa para nomear os substitutos de Rosa Weber no Supremo Tribunal Federal (STF) e de Augusto Aras na Procuradoria-Geral da República.

Lula enfatizou que gênero e cor de pele não serão fatores determinantes para a escolha dos indicados. Ele afirmou que sua intenção é nomear pessoas capazes de atender às expectativas do Brasil.

O mandato de Augusto Aras à frente do Ministério Público Federal se encerra nesta terça-feira (26). Por outro lado, Rosa Weber, atual presidente do STF, se aposentará em 2 de outubro, quando completará 75 anos.

As declarações de Lula foram feitas durante uma entrevista no Palácio do Itamaraty, onde se encontrou com o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Minh Chinh. Quando questionado sobre as indicações para esses cargos, Lula mencionou que está ouvindo várias pessoas e recebendo conselhos.

“No momento que eu tiver que tomar a decisão, vocês podem ficar tranquilos que eu vou anunciar para vocês: ‘Escolhi a pessoa certa para colocar no lugar’. Mas eu não tenho pressa", afirmou Lula.

O petista foi perguntado se indicará uma mulher para a cadeira que ficará vaga com a aposentadoria de Rosa Weber. Lula tem sido pressionado por parte de apoiadores a escolher uma ministra, já que a Corte teve somente três mulheres na história.

"O critério não será mais esse [gênero]. Eu estou muito tranquilo, por isso que eu tô dizendo que eu vou escolher uma pessoa que possa atender aos interesses e expectativas do Brasil. Uma pessoa que possa servir o Brasil. Uma pessoa que tenha respeito com a sociedade brasileira. Uma pessoa que tenha respeito, mas não medo da imprensa. Uma pessoa que vote adequadamente sem ficar votando pela imprensa", disse.

O presidente afirmou que vários juristas estão sendo analisados e que está em busca da "pessoa mais correta".

"Não precisa perguntar essa questão de gênero ou de cor. No momento certo, vocês vão saber quem que eu vou indicar. E eu preciso indicar a pessoa mais correta que eu conhecer e a pessoa que eu tenha mais fé de que vai ser uma grande pessoa na Suprema Corte, que é isso que o Brasil tá precisando", completou Lula.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site