Jogos de pôquer

SEÇÕES

Jair Bolsonaro é citado mais de 70 vezes em decisão que embasou operação

Ex-presidente discutiu com militares documento para mudar o resultado das eleições. Investigação aponta também apoio aos atos golpistas

Jair Bolsonaro é citado mais de 70 vezes em decisão que embasou operação | Isac Nóbrega/PR
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Oex-presidente Jair Bolsonaro (PL) émencionado mais de 70 vezes na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que embasa a operação contra militares e ex-ministros. Eles são suspeitos de envolvimento em uma tentativa de Golpe de Estado visando manter Bolsonaro no poder, o que culminou na invasão dos Três Poderes em Brasília em 8 de janeiro. Além disso, o ex-presidente teve seu passaporte apreendido pela Polícia Federal e foi proibido de se comunicar com os investigados.

A operação, denominada Tempus Veritatis pela Polícia Federal, significa "hora da verdade" em latim. As menções a Jair Bolsonaro na decisão incluem transcrições de trechos de suas declarações, como aquelas feitas durante uma reunião com a alta cúpula do governo, onde ele instigou os presentes a promoverem desinformação ilegal e ataques à Justiça Eleitoral.

O nome de Bolsonaro também é mencionado na decisão em relação à descoberta de uma minuta golpista, que previa a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Segundo a PF, Bolsonaro recebeu essa minuta e solicitou a retirada dos nomes de Gilmar e Pacheco, mantendo apenas o de Alexandre de Moraes.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site