Jogos de pôquer

SEÇÕES

Fábio Novo x Franzé: visita de Lula vai ajudar a definir candidato do PT

A visita do presidente Lula (PT) está agendada para o dia 31 de agosto.

Fábio Novo x Franzé: visita de Lula vai ajudar a definir candidato do PT | Larissa Paz
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Teresina acompanha a disputa interna no Partido dos Trabalhadores (PT) para definir quem será o representante da sigla nas eleições municipais de 2024. Os protagonistas dessa competição são o deputado estadual Fábio Novo e o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), o deputado Franzé Silva, ambos filiados ao PT. A visita do presidente Lula (PT), agendada para o dia 31 de agosto, está prevista para direcionar a decisão do partido e gerar mais resultados para as pesquisas de opinião pública.

Nesta segunda-feira (21), durante uma entrevista concedida ao programa Bom Dia Jogos de pôquer, apresentado por Ieldyson Vasconcelos, o deputado estadual Fábio Novo (PT) comentou que o “abraço” de Lula e do governador Rafael Fonteles (PT) pode determinar a escolha do candidato.

Lula deve apoiar po candidato mais influente nos govenos estadual e federal, disse Fábio Novo (PT) (Foto: Larissa Paz)

“O partido vai oferecer à população os nomes que estiverem mais bem posicionados na pesquisa de opinião pública. Na minha avaliação, é o principal quesito. O tamanho do poder do abraço do governador Rafael Fonteles e do presidente Lula, tendo em vista o índice de aprovação do governo do governador Rafael Fonteles, é alto. As pessoas precisam sentir essa segurança”, falou Fábio Novo.

Leia Mais

Baixa aprovação de Dr. Pessoa

Segundo pesquisa do Instituto Veritá, de Minas Gerais, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) é aprovado por menos de 19,4% dos eleitores da cidade, com desaprovação na casa dos 80,6%. O pré-candidato Fábio Novo citou os principais problemas que configuram o cenário negativo da gestão atual, como baixo alinhamento com os governos federal e estadual e a escassez de políticas públicas. Segundo ele, o teresinense está arrependido da escolha feita nas urnas.

“Hoje, nós temos um prefeito [Dr. Pessoa] que tem o pior desempenho dentre as capitais. Se Teresina quer um transporte melhor, quem tem capacidade de articular e trazer recursos para, de fato, melhorar esse sistema, colocá-lo para funcionar e modernizá-lo para que ele chegue à população?”, falou.

Sobre um dos problemas que necessitam de rápida resolutividade, Fábio Novo citou a drenagem das ruas da capital e divulgou uma estimativa do valor que deve ser aplicado para minimizar enchentes e demais problemas ocasionados pelas chuvas. Ademais, o pré-candidato ressaltou a importância do diálogo entre os governos estadual e federal para cumprir essa demanda.

“Teresina tem espaços que se transformam em verdadeiros rios. Estamos vendo carros sendo arrastados e pessoas morrendo. É o tipo de obra que a prefeitura sozinha não consegue realizar. A drenagem adequada da cidade vai custar R$ 4 bilhões. Para conseguir esse dinheiro, é preciso ter uma boa relação com o governo do estado, bancada federal e governo federal. Também precisamos pensar na saúde. Por que ainda não implantamos o programa Saúde Digital?", questionou Fábio Novo (PT).



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site