Jogos de pôquer

SEÇÕES

Barroso pede informações ao Congresso sobre revisão da Lei de Cotas

Ministro é o relator de ação que pede aplicação da regra atual enquanto não houver revisão da política pública no Congresso.

Barroso pede informações ao Congresso sobre revisão da Lei de Cotas | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O ministro Luís Roberto Barroso, membro do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou informações à Câmara dos Deputados, ao Senado Federal e à Presidência da República a respeito da revisão da chamada Lei de Cotas. Essa legislação assegura a reserva de vagas em institutos e universidades federais para ex-alunos da rede pública, cuja renda per capita não ultrapasse um salário mínimo e meio.  

O ministro Luís Roberto Barroso é o relator de uma ação movida pelo Partido Verde (PV) que busca que o Supremo Tribunal Federal (STF) estabeleça um prazo para o Congresso Nacional revisar a legislação referente à chamada Lei de Cotas, conforme previsto na própria lei.

Como parte do processo, o ministro solicitou informações às instituições envolvidas, ou seja, à Câmara dos Deputados, ao Senado Federal e à Presidência da República. Cada uma dessas instituições terá um prazo de 10 dias para fornecer as informações solicitadas. Além disso, a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Advocacia-Geral da União (AGU) também devem apresentar suas manifestações em um prazo de cinco dias.

Barroso ainda decidiu aplicar um rito de tramitação em que o pedido é levado para análise do plenário do Supremo, sem uma decisão individual. Ainda não há data para este julgamento.

Ação

O PV acionou o tribunal em julho deste ano. À Corte, a sigla afirmou que, o período de 10 anos estabelecido na legislação para a revisão da Lei de Cotas se encerrou em agosto do ano passado, sem que o procedimento tenha sido realizado.

E que a lei, em vigor desde 2012, não deixou claro que o sistema de cotas deve permanecer produzindo efeitos até que esta revisão seja feita. Para a sigla, há uma situação de insegurança jurídica e é preciso declarar que a norma ainda é válida, até que o Congresso edite novas regras.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site