Jogos de pôquer

SEÇÕES

Além da arma, PF apreende pepita de ouro na casa de Valdemar; veja valor

A análise da perícia indicou que a pedra preciosa, com cerca de 39 gramas, provém de atividades de garimpo

Valdemar Costa Neto e pepita de ouro encontrada pela PF | Montagem/MeioNorte
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A Polícia Federal (PF) apreendeu uma pepita de ouro com o presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, durante a operação realizada na quinta-feira (8). A análise da perícia indicou que a pedra preciosa, com cerca de 39 gramas, provém de atividades de garimpo.

A apreensão ocorreu durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão no quarto do hotel Meliá, em Brasília, onde Valdemar reside. De acordo com o laudo da PF, a pepita possui um "teor aproximado de 91,76% de ouro contido" e estima-se um valor de aproximadamente R$ 11.687,71.

O laudo detalha que as características da pepita, como alto teor de ouro, textura, granulometria, e composição química e mineral, indicam que se trata de um produto aurífero primário, oriundo de retirada direta da jazida, sem processamento, característico de atividades de garimpagem.

A origem geográfica da pepita foi associada a uma atividade artesanal de extração de ouro a partir de uma jazida mineral de minério de metais nobres. No entanto, o local específico passará por análises mais detalhadas em confronto com perfis registrados em um cadastro governamental.

Posse ilegal de arma

Além da pepita de ouro, aPF encontrou uma arma de fogo no mesmo endereço, registrada no nome do filho de Valdemar, com a documentação vencida. O presidente do PL foi transferido para a Superintendência da PF no Distrito Federal durante a noite, sendo a prisão por usurpação mineral, para a qual não cabe fiança.

A defesa de Valdemar Costa Neto argumentou que a pedra tem baixo valor e não configura delito segundo jurisprudência. Sobre a arma, afirmou que é registrada, de uso permitido, pertence a um parente próximo e foi esquecida no apartamento há vários anos.

A operação da PF, que tem como alvo também o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), investiga uma tentativa de golpe para manter Bolsonaro no poder, com planos de prender ministros do Supremo e o presidente do Senado. A PF encontrou indícios de atuação em seis núcleos, incluindo uma área de inteligência paralela e uma gravação de reunião para discutir o golpe.

Para mais informções, acesse fcvizela.com

Leia Mais


Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site