Jogos de pôquer

SEÇÕES

PF realiza prisões em três estados por divulgação e abuso sexual infantil

As investigações buscam combater crimes praticados pela internet.

PF realiza prisões em três estados por divulgação e abuso sexual infantil. | congerdesign por Pixabay
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Na manhã desta sexta-feira (01), a Polícia Federal prendeu três indivíduos, cujas as identidades não foram reveladas, envolvidos nos crimes de abuso sexual, exploração sexual infantil e disponibilização/compartilhamento/publicação de pornografia infantojuvenil na internet. As ações ocorreram em diferentes localidades do Brasil. 

ESPÍRITO SANTO

Um jovem de 22 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (01), suspeito de abuso sexual cometido na internet. A PF cumpriu um mandado de busca e apreensão que estava no nome do indivíduo, em Vitória, Espírito Santo. A investigação busca combater crimes praticados pela internet.

O investigado, cuja a identidade não foi revelada, estava foragido do sistema penitenciário estadual desde 2021, onde se encontrava preso por tráfico de drogas, e foi recapturado durante a diligência de hoje. Na residência do investigado, foram apreendidos dois telefones celulares suspeitos de serem usados para a prática criminosa.

Segundo a PF, a suspeita é do cometimento dos crimes de estupro de vulnerável, aquisição/posse/armazenamento de pornografia infantojuvenil, disponibilização/compartilhamento/publicação de pornografia infantojuvenil, vender/expor pornografia infantil e produção de pornografia infantojuvenil.

BAHIA

Em Vitória da Conquista, na Bahia, a Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (01), a Operação Demasculare com objetivo de dar cumprimento a um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária em desfavor de um suspeito investigado pela prática dos crimes relacionados à exploração sexual infantil e ao armazenamento e divulgação de imagens de abuso sexual infantojuvenil.

Durante as investigações as autoridades confirmaram que o indivíduo suspeito residia em Jequié/BA é que, além de baixar conteúdo de pornografia infantil da internet, também produzia outros vídeos onde ele próprio aparecia praticando abusos contra uma criança.

O investigado responderá pelos crimes tipificados, cujas penas somadas podem chegar a 27 anos de reclusão. O preso foi encaminhado ao conjunto penal de Jequié/BA, onde ficará à disposição da Justiça. O nome da operação é inspirado na palavra que significa castração, em latim.

SÃO PAULO

Já em Sorocaba/SP. A Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira (01), um mandado de busca e apreensão em residência localizada em Tatuí/SP, para combate a crimes de abuso sexual infantojuvenil. A medida foi expedida pela 2ª Vara Federal de Sorocaba/SP. A investigação teve início com base em informações de que o suspeito estaria armazenando e compartilhando fotos e vídeos contendo cenas de nudez ou abuso sexual infantojuvenil.

Por ocasião do cumprimento do mandado, constatou-se que o suspeito possuía armazenado em seu aparelho celular diversos arquivos com cenas de abuso sexual infantojuvenil, razão pela qual foi autuado em flagrante delito. Ao ser interrogado pela polícia, o investigado admitiu que vendia pacotes com imagens de abuso sexual infantojuvenil através de grupos de bate-papo em aplicativos de mensagens.

O aparelho celular e diversos cartões de memória do suspeito foram apreendidos e serão periciados visando o aprofundamento das investigações, especialmente para identificar os compradores deste tipo de material ilícito. O investigado poderá responder pelos crimes de posse e compartilhamento de arquivos com conteúdo pornográfico infanto juvenil, cujas penas somadas podem chegar a 10 anos de reclusão.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site