Jogos de pôquer

SEÇÕES

Mortes provocadas por ações da PM choca Alto Comissariado da ONU

Entidade disse estar abalada com as 45 mortes decorrentes das últimas incursões policiais em São Paulo e Bahia

Operação policial provocou mortes em São Paulo | Rovena Rosa / Agência Brasil
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos expressou profunda preocupação com o aumento da violência policial no Brasil nos últimos dias com ações agressivas. A instituição solicitou a realização de investigações imparciais para apurar as denúncias de assassinatos, torturas e violações aos direitos humanos. A entidade classificou esse período, marcado pelasações ocorridas nos municípios de Guarujá e Santos, litoral de São Paulo, e também na Bahia  como "uma das semanas mais sangrentas em muitos anos" no país. 

A ONU destacou especialmente as operações realizadas em São Paulo e na Bahia, que resultaram em pelo menos 45 mortes. A porta-voz da ONU, Marta Hurtado, observou que, nos últimos anos, houve uma diminuição geral das mortes em operações policiais no Brasil, mas as mortes de brasileiros afrodescendentes nas mãos da polícia têm aumentado, agravando ainda mais a lacuna existente.

“Estamos profundamente chocados com o alto número de assassinatos ocorridos na semana passada no Brasil, onde pelo menos 45 pessoas foram mortas em diferentes partes do país durante operações policiais supostamente destinadas a combater o tráfico de drogas e o crime organizado”, afirmou a porta-voz da entidade, Marta Hurtado.

Em um comunicado, a ONU solicitou que as autoridades brasileiras conduzam uma investigação independente, completa e imparcial sobre todas essas mortes, seguindo as normas internacionais de direitos humanos, e que os responsáveis sejam responsabilizados por seus atos. Além disso, enfatizou a urgência de desenvolver e implementar políticas e práticas adequadas para evitar violações de direitos humanos durante operações policiais.

Na semana anterior, a ONU já havia entregue ao governo brasileiro um relatório e um alerta sobre a grave situação da violência policial no país, quatro dias antes da operação policial no Guarujá (SP). O Comitê de Direitos Humanos da ONU, responsável pelo documento, apresentou um diagnóstico da situação nacional e recomendou ações para combater a impunidade entre os agentes envolvidos em casos de abuso de força.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site