Jogos de pôquer

SEÇÕES

Ladrão tenta assaltar com arma falsa e é surpreendido por uma vendedora

De acordo com informações, após ter a tentativa de assalto frustrada, o homem ainda tentou empreender fuga, no entanto foi contido pelos populares

Tentativa de assalto em São Paulo | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Um homem foi preso depois de não conseguir assaltar uma mulher de 27 anos, em São Vicente, litoral de São Paulo. A vítima é vendedora de uma loja de celulares, e reagiu ao assalto depois de perceber que a arma usada pelo criminoso, de 51 anos,era falsa. Imagens das câmeras de segurança registraram o momento. 

De acordo com informações, após ter a tentativa de assalto frustrada, o homem ainda tentou empreender fuga, no entanto foi contido pelos populares.

Leia Mais

As Imagens evidenciam o momento em que o criminoso adentrou a loja, situada no bairro Vila Margarida, com o objetivo de realizar um assalto. A sequência mostra a abordagem ao comércio, uma cliente, e a vendedora que reagiu à investida.

As câmeras de vigilância capturam o áudio do criminoso proferindo as palavras: "Quietinhas as duas". A cliente reage com gritos e corre, enquanto a funcionária tenta retirar a mochila dele. Diante da resistência da vendedora, o criminoso parte para cima, provocando seus apelos: "Pega ladrão, pega ladrão, está sem arma, está sem nada".

Na tentativa de escapar, o assaltante é barrado pela vendedora, que chega a empurrá-lo da motocicleta. Subsequentemente, diversas pessoas se unem para agredi-lo na calçada. Diante da situação, a própria funcionária apela por calma: "Não faz isso, pelo amor de Deus. A polícia está ali, chama a polícia".

A Polícia Militar reforça a orientação de não reagir a assaltos. Em casos como esse, é recomendável que as vítimas acionem a viatura policial por meio do telefone 190.

A vendedora relatou também,  que estava atendendo uma cliente de 51 anos, que testava um carregador de celular antes de efetuar a compra, na manhã da última terça-feira (28), quando o indivíduo entrou no estabelecimento, simulando ser um cliente.

"Chegou esse rapaz se passando por cliente, falando que o celular dele estava com problema na entrada P2, onde tem o fone de ouvido", disse. 

A proprietária da loja relatou ao G1 sua intensa preocupação e nervosismo ao observar, por meio das câmeras de monitoramento, a reação da funcionária durante o assalto. "Chorei bastante, pois além de ser uma colaboradora, ela é minha prima. Fiquei excessivamente preocupada."

Quanto ao criminoso, a Prefeitura de São Vicente comunicou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, constatando cortes pelo corpo e um hematoma na cabeça. O indivíduo estava consciente, recebeu os primeiros socorros e foi encaminhado ao Hospital Municipal, anteriormente conhecido como Crei.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou que o homem foi detido por policiais militares que, durante o patrulhamento pela Rua Marechal Mascarenhas de Moraes, investigavam uma confusão. Ao chegarem ao local, depararam-se com o ladrão ferido e contido por populares.

Os policiais militares aguardaram a chegada do Samu e acompanharam o transporte do homem até o hospital. Após receber atendimento médico e ser liberado, foi conduzido à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça.

Os celulares roubados foram recuperados e devolvidos às vítimas. Além disso, a motocicleta e o simulacro utilizados pelo criminoso foram apreendidos. O incidente foi registrado como roubo, localização e apreensão de veículo no 2° DP.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site