Jogos de pôquer

SEÇÕES

IML conclui causa da morte de estudante da UFPI após calourada

A causa da morte aponta para trauma raquimedular por ação contundente, ou seja, houve uma contusão na coluna vertebral a nível cervical, o que causou lesão da medula espinhal e a morte

IML conclui causa da morte de estudante da UFPI, após calourada | Ascom
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

OInstituto de Medicina Legal do Piauí emitiu, na manhã deste domingo (29), a Declaração de Óbito de Janaína da Silva Bezerra, estudante morta nesse sábado no prédio da Universidade Federal do Piauí, em Teresina. A causa da morte aponta para trauma raquimedular por ação contundente, ou seja, houve uma contusão na coluna vertebral a nível cervical, o que causou lesão da medula espinhal e a morte.

Segundo a legista, a ação contundente pode ter sido causada por pancada, torcendo a coluna vertebral ou traumatizando, ação das mãos no pescoço com intuito de matar ou fazer asfixia, queda, luta, dentre outras possibilidades que estão sendo analisadas junto às investigações do caso.

Em depoimento à polícia civil, o suspeito de envolvimento na morte da estudante, identificado como Thiago Mayson da Silva Barbosa, afirmou que já conhecia a vítima e teriam “ficado” em outras ocasiões. O suspeito disse que estavam em uma “calourada” na UFPI e que por volta das 2h convidou a jovem para seguirem a um corredor e em seguida se dirigiram a uma das salas de aula onde praticaram sexo consensual e que após a prática sexual a vítima teria ficado desacordada por duas ocasiões, sendo a última por volta das 4h. Ele alega que permaneceu ao lado do corpo da vítima durante toda a madrugada e solicitou socorro à segurança da Universidade por volta das 9h, que conduziu a vítima ao Hospital da Primavera, onde foi constatado o óbito.

A Polícia Civil solicitou a prisão preventiva do acusado, que se encontra em audiência de custódia, pelos crimes de Feminicídio e Estupro. Segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP, foram adotadas todas as providências necessárias para o fiel esclarecimento do caso, com a realização de entrevistas e a realização de exames periciais, além de perícia no local do crime. O inquérito policial será concluído em até dez dias.

FESTA NÃO FOI AUTORIZADA PELA UFPI

AUniversidade Federal do Piauí (UFPI) informou por nota, na tarde deste sábado (28), que a administração da universidade não autorizou a realização da festa, que ocorreu na sexta-feira (27), em que a estudante Janaina da Silva Bezerra foi encontrada desmaiada e acabou depois falecendo em hospital.

Segundo a UFPI, a festa foi promovida pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), nas instalações do próprio Diretório, sediado no prédio do Centro de Ciências da natureza (CCN).

A Universidade disse ainda que, as primeiras informações apontam para a ligação do fato a um suspeito já detido pelas autoridades policiais, após condução do mesmo por seguranças da UFPI. 

IML conclui causa da morte de estudante da UFPI após calourada - Foto: Reprodução

Segundo a UFPI, todas as providências para colaborar com as investigações das autoridades policiais, como isolamento da área do campus e boletim de ocorrência, já foram adotadas. Além disso, a universidade está realizando o levantamento de todas as imagens captadas por câmeras de segurança.

O reitor da UFPI, Gildásio Guedes, determinou a imediata instauração de processo administrativo para apuração dos fatos, bem como a responsabilização dos envolvidos e disponibilizará todo o apoio que possa auxiliar no trabalho das autoridades policiais.

Leia Mais


Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site