Jogos de pôquer

SEÇÕES

Policiais reforçam segurança em escolas após ameaça de ataque em Teresina

O anúncio vem após supostas ameaças de ataques em instituições de ensino na data de hoje.

Policiais reforçam segurança em escolas após ameaça de ataque em Teresina | Divulgação/Polícia Militar
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O diretor de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), delegado Anchieta Nery, anunciou nesta quinta-feira (20), em entrevista para o Programa Bom dia Jogos de pôquer, que policiais que estavam de folga foram convocados para reforçar o policiamento em escolas públicas e particulares de Teresina. O anúncio vem após suspostas ameaças de ataques violentos em instituições de ensino na data de hoje.

Estão sendo realizadas rondas, abordagens, ações operacionais e blitzennas proximidades de creches e escolas, além de uma integração com a comunidade. 

"A movimentação da polícia é justamente para tirar a preocupação dos pais e de toda a comunidade escolar. A gente sabe que segurança é sentimento e sensação, não é verdade? Para devolver essa segurança para os pais, e professores, por decisão do Secretário de Segurança Chico Lucas e do Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Scheiwann Lopes, na data de hoje não existe um policial de folga no Piauí, todos estão à disposição da comunidade escolar e as bases de inteligência estão reforçadas. Aconteceram mensagens falsas nas redes sociais e inscrições em paredes de algumas escolas fazendo menção à data de hoje é possíveis ataques", falou.

O delegado ressaltou que as secretarias de segurança dos 26 estados e o Distrito Federal estão atuando em conjunto para monitorar os casos de ameaças de violência envolvendo a comunidade escolar. No Piauí, segundo Anchieta Nery, não há eventos críticos pendentes. "A imensa maioria das ameaças que investigamos eram trotes, mensagens falsas, parte pŕoduzidas por adolescentes", comunicou.

A Secretaria de Segurança Pública disponibilizou o WhatsApp (86) 99492-3705 para a comunidade denunciar ameaças de ataques contra escolas no Piauí. Os denunciantes, que não precisam se identificar, podem enviar mensagens de texto, áudios, fotos, arquivos multimídia, links ou URLs.

Na quarta-feira (19), o presidente Lula (PT) respondeu às ameaças de ataques que circulam nas redes sociais. O líder do poder executivo defendeu que as escolas devem permanecer abertas e que os brasileiros não devem "satisfazer os terroristas que estão fazendo ameaças"

"Cachorro que late não morde. A gente não tem que satisfazer os terroristas que estão fazendo ameaças. Nós precisamos encontrar uma saída e ontem eu disse que nós não temos especialistas para entender, mas tem gente que acha que a solução é levantar o muro da creche, colocar detector de metal, imagina uma criança de 6 anos passando no detector de metal."



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site