Jogos de pôquer

SEÇÕES

Foragido por roubo e desarmamento no Amapá é preso no Norte do Piauí

O preso agora está à disposição do Poder Judiciário.

Foragido por roubo e desarmamento no Amapá é preso no Norte do Piauí. | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Um homem identificado pelas iniciais F.R.S.S foi preso pelo crime de roubo e crimes do estatuto do desarmamento cometidos no Amapá, na tarde desta terça-feira (17), em Luzilândia, Norte do Piauí. A ação foi efetuada pela Polícia Civil por meio da delegacia da localidade, juntamente com o Batalhão Especializado de Policiamento do Interior de Esperantina. 

Conforme as autoridades, o suspeito de 45 anos, natural de Luzilândia, estava foragido da justiça do Amapá, tendo três mandados de prisão preventiva contra ele, em razão da prática do crime de roubo e de crimes do estatuto do desarmamento. O preso agora está à disposição do Poder Judiciário.

EM CAMPO MAIOR: Empresário acusado de matar homem a tiros em Teresina é preso 

Um empresário do ramo de alimentação, identificado pelas iniciais  W. A. S. S, suspeito de assassinar Luan Gleidson Ribeiro Gomes com 5 tiros de pistola em 2012, em Teresina, foi preso no município de Campo Maior, a 79,5 km da capital piauiense. Conforme as autoridades, o indivíduo fazia parte de um grupo associado ao tráfico de drogas.

 Na última sexta-feira (13), a Polícia Civil do Estado do Piauí e a Secretaria de Segurança Pública, por meio da Delegacia Seccional de Campo Maior e Diretoria de Inteligência Estratégica da SSP - DINTE, deu cumprimento ao Mandado de Prisão expedido em desfavor do acusado, expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Teresina.

Segundo a polícia, o crime  aconteceu no bairro Renascença I, na capital piauiense no ano de 2012. A guarnição ainda apurou que W.A.S.S. fazia parte da "Turma do Sítio", que é envolvida no tráfico de drogas na região sudeste de Teresina, e por desavenças com a vítima a matou em uma praça após saírem de uma festa.

A equipe informou que o acusado estava foragido desde então, e passou a residir na cidade de Campo Maior, onde era empresário no ramo de alimentação, e usava o nome de Gaspar para evitar ser reconhecido. Por volta das 20h, o indivíduo foi preso pela equipe da Polícia Civil da localidade, enquanto trafegava em uma avenida.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site