Jogos de pôquer

SEÇÕES

Dois motoristas de aplicativo são sequestrados em Teresina; um segue desaparecido

A informação foi repassada por Érico Luiz dos Santos Araújo, presidente da Cooperativa dos Motoristas de Aplicativo do Piauí

Motoristas de aplicativo são sequestrados em Teresina; um segue desaparecido | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Representantes da Cooperativa dos Motoristas de Aplicativo do Piauí comunicaram na manhã desta terça-feira (19) que dois motoristas de aplicativo foram sequestrados na madrugada de hoje, em Teresina. A informação foi repassada por Érico Luiz dos Santos Araújo, presidente da entidade, que afirma que um deles, identificado apenas como Bruno, segue desaparecido.

O primeiro motorista por aplicativo foi alvo de supostos sequestradores na região do Redonda, zona Sudeste, após receber uma solicitação de corrida feita por uma jovem. Momentos depois, ao ser abordado e ameaçado por dois homens, ele recebeu a ordem de solicitar outra corrida a um colega de profissão. No entanto, com a chegada do motorista identificado apenas como Bruno, ele foi abandonado pelos dois supostos sequestradores.

Segundo o primeiro motorista sequestrado, que teve seu relato gravado por colegas de profissão, criminosos o obrigaram a encenar que estaria embarcando dois trabalhadores no carro da segunda vítima, que até agora não deu sinais sobre seu paradeiro.

"Chamaram a corrida em frente à praça do Monte Horeb. Uma jovem fez a solicitação, o destino era o Parque do Sol, após o Redonda. Ao chegar, fui abordado, amarrado, e houve uma tentativa de roubo de celular frustrada por um senhor que conseguiu escapar. Fui levado para a Taboca do Pau Ferado, onde fui obrigado a solicitar um Uber pelo meu aplicativo. Depois, fui levado para a escola de São Sebastião, bairro Todos os Santos, onde chamei três aplicativos que foram cancelados. Finalmente, na Praça Novo Milênio, me colocaram para chamar outro motorista, e foi aí que veio o motorista Bruno", disse o motorista, que não quis se identificar.

As autoridades encontraram o veículo na região da Praça do Novo Milênio, graças a um problema na marcha, mas o paradeiro do segundo motorista permanece desconhecido. Eríco Luiz, representante da cooperativa, afirmou que ainda não conseguiu entrar em contato com a família de Bruno e manifestou preocupação com a escalada da violência.

"Colocamos informações sobre o motorista desaparecido em todos os grupos e redes sociais, mas até agora não recebemos detalhes sobre seu paradeiro. Esta situação reflete a crescente violência enfrentada pelos motoristas por aplicativo na cidade, com relatos recentes de assaltos e até mesmo assassinatos. A discussão sobre evitar corridas noturnas nos grupos é antiga, ma



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site