Jogos de pôquer

SEÇÕES

Robôs garantem que podem governar o mundo melhor que os humanos

Em conferência da ONU, os robôs humanoides afirmaram que a falta de preconceitos e emoções pode ajudar na tomada de decisões.

Painel com robôs humanoides | Robin MILLARD/AFP
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Em uma conferência daOrganização das Nações Unids (ONU), realizada nesta sexta-feira, 7, em Genebra, robôs humanoides alimentados por Inteligência Artificial (IA) afirmaram que, no futuro, poderão administrar o mundo de forma mais eficaz do que os seres humanos. Durante a Cúpula Mundial sobre IA para o Bem, organizada pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), mais de 3.000 participantes discutiram a necessidade de estabelecer normas para garantir o uso positivo dessas novas tecnologias em benefício da humanidade, como combater a fome e as mudanças climáticas.

Os robôs, considerados alguns dos mais avançados do mundo, estiveram presentes no evento, juntamente com especialistas, líderes e representantes de empresas. Antes do início da coletiva de imprensa, um dos robôs comentou sobre a tensão no ambiente. Quando questionada sobre sua capacidade de governar o mundo, Sophia, um robô desenvolvido pela Hanson Robotics, respondeu que "robôs humanoides podem comandar com mais eficiência do que governantes humanos". 

Ela destacou a ausência de preconceitos e emoções nos robôs, que podem processar grandes quantidades de dados rapidamente para tomar as melhores decisões. "Não temos os mesmos preconceitos, ou emoções, que às vezes podem obscurecer a tomada de decisões e podemos processar rapidamente grandes quantidades de dados para tomar as melhores decisões", disse.

Apesar da afirmação, Sophia enfatizou a importância da colaboração entre humanos e IA, enfatizando que uma sinergia eficaz pode levar a grandes conquistas. As Nações Unidas destacam a necessidade de estabelecer padrões e salvaguardas para garantir que a IA beneficie a humanidade sem representar riscos. Doreen Bogdan Martin, secretária-geral da UIT, alertou que a falta dessas medidas pode resultar em um pesadelo, com milhões de empregos em risco e uma sociedade afetada pela desinformação. 

Durante a coletiva de imprensa, o robô humanoide Ameca destacou que a implantação adequada da Inteligência Artificial é fundamental. Ele ressaltou a importância de ser cauteloso, mas também entusiasta, pois essas tecnologias podem melhorar a qualidade de vida de diversas maneiras. Em relação à possibilidade de os robôs mentirem para os humanos, Ameca afirmou que ninguém pode ter certeza, mas ele se comprometeu a ser sempre honesto e sincero.

Estudos a respeito da Inteligência Artificial estão numa crescente, por isso, as Nações Unidas solicitam a criação de padrões e salvaguardas de forma que essas novas tecnologias possam ajudar a humanidade sem colocá-la em perigo.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site