Jogos de pôquer

SEÇÕES

Prefeitura de Gramado decreta estado de calamidade após fortes chuvas

O prefeito Nestor Tissot (Progressistas) disse que a cidade foi gravemente afetada pelos eventos climáticos

Prefeitura de Gramado decreta estado de calamidade após fortes chuvas | Foto: Bruno Stoltz/Prefeitura de Gramado
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Aprefeitura de Gramado, no Rio Grande do Sul,decretou Estado de Calamidade Pública devido às chuvas, que causaram prejuízos ambientais, sociais e econômicos. O prefeito Nestor Tissot (Progressistas) disse que a cidade foi gravemente afetada pelos eventos climáticos, que se iniciaram no dia 17 de novembro. O decreto foi publicado ontem no Diário Oficial do município.

Gramado já estava em Estado de Emergência. As chuvas intensas se agravaram e resultaram no colapso de edificações, deslizamentos e desabamentos. "Em consequência deste desastre, resultaram óbitos, danos humanos, ambientais, prejuízos econômicos e sociais", explica o decreto.

Muitas casas estão interditadas e cerca de 200 pessoas foram deslocadas. Todas as residências do bairro Três Pinheiros foram evacuadas e outras localidades também precisaram ser. Uma edificação de cinco pavimentos desabou ontem. Cerca de 100 pessoas moravam no prédio, mas ninguém ficou ferido.

A prefeitura criou abrigos para os desalojados. 20 estão abrigados no Pavilhão da Escola Senador Salgado Filho e 30 no Pavilhão da Escola do bairro Altos da Viação Férrea. Cinco ruas estão totalmente bloqueadas. As principais vias de acesso no centro da cidade estão liberadas.

SITUAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL

Até ontem, os números apontavam que 305 mil pessoas foram afetadas e mais de 24 mil desalojadas. 190 municípios do Estado reportaram danos.

(Com informações da FolhaPress - Luana Takahashi)



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site