Jogos de pôquer

SEÇÕES

Venezuela x Guiana: Múcio reforça fronteira e diz que Brasil não apoiará invasão

O ministro da Defesa assegurou que não será permitido que tropas venezuelanas a utilizem para invadir o país vizinho

Conflito territorial | Montagem/MeioNorte
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O ministro da Defesa, José Múcio, declarou nesta quarta-feira (6) que as Forças Armadas estão "garantindo" a região da tríplice fronteira entre Brasil, Guiana e Venezuela, localizada em Roraima. Ele assegurou que não será permitido que tropas venezuelanas a utilizem para invadir o país vizinho.

"O Brasil tem que garantir as suas fronteiras, e nossas fronteiras estão garantidíssimas. Não vamos permitir [tropas da Venezuela passando pelo Brasil]. Isso eu asseguro", afirmou Múcio.

A região do Essequibo, atualmente sob domínio da Guiana, é objeto de pretensão anexacionista pela Venezuela.Dada a densidade da floresta, existem atualmente dois acessos possíveis: um por via marítima e outro atravessando o território brasileiro.

O governo optou por reforçar o Regimento de Cavalaria Mecanizada já existente na capital de Roraima. Essa medida é considerada estratégica, uma vez que Boa Vista é a capital mais próxima da Venezuela.

Nos últimos dias, já havia sido anunciado o envio de 20 blindados, além da transformação do batalhão de cavalaria, com 130 homens, na região de fronteira.

Lula envia mensagem a Maduro

A imprensa apurou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enviou mensagens ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmando que o Brasil "não apoiaria nenhum gesto de insensatez".

Essa comunicação foi interpretada como uma clara reprovação ao movimento político de Maduro, que gera instabilidade na região.

Para mais informações, acesse fcvizela.com

Leia Mais


Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site