Jogos de pôquer

SEÇÕES

Enem abre inscrições; veja perguntas e respostas sobre ele

MEC espera que 6 milhões de estudantes se inscrevam no exame deste ano

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Está dada a largada para uma nova edição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). As inscrições, que começam nesta segunda-feira (23), às 10h, vão mobilizar milhões de estudantes de todo o país.

O Enem movimenta 400 mil funcionários - desde trabalhadores da gráfica até policiais federais que vão escoltar as provas. São 140 mil salas de aplicação distribuídas por quase 1.600 cidades.

Veja abaixo perguntas e respostas sobre o exame:

1- Quando terminam as inscrições?

Os interessados podem se inscrever de hoje, dia 23, até as 23h59 do dia 10 de junho. A taxa de inscrição custa R$ 35.

2- Como faço para me inscrever?

Os pedidos são feitos pela internet no site especial do Enem. Em 2010, 4,6 milhões de estudantes se cadastraram no exame e nesse ano a expectativa é que sejam 6 milhões de candidatos. Como é um exame muito grande, as inscrições estão restritas apenas à internet.

3- Quando será a prova?

O exame será nos dias 22 e 23 de outubro. No primeiro dia, o Enem começa às 13h e termina às 17h30. Já no segundo dia, a prova também começa às 13h, mas termina às 18h30.

4- Como será a prova?

Nada mudou no formato do exame. São 180 questões de múltipla escolha, distribuídas em dois dias. No primeiro dia, os alunos devem responder a 90 questões, 45 de ciências humanas (história e geografia) e 45 de ciências da natureza (biologia, física e química).

No domingo, segundo dia de prova, serão 90 perguntas, 45 de linguagens (português, literatura e idioma estrangeiro); e outras 45 de matemática. Os estudantes também terão que redigir uma redação.

5- Ano passado proibiram o uso de lápis e borracha. Esse ano poderei usá-los na prova?

Esses materiais continuam proibidos. A justificativa do Inep (órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem) para a proibição é que alguns estudantes podem usar os objetos indevidamente, para colar ou fraudar a prova..

6- E relógio? Eu vou poder usar?

O relógio também continua vetado. Neste ano, entretanto, todas as 140 mil salas de aplicação receberão um marcador de tempo para que os candidatos possam controlar o horário da prova.

7- Em 2010, 20 mil provas do caderno amarelo tiveram problemas de impressão e 2.800 não foram substituídas. Terei tempo a mais para conferir se minha prova não contém erros vindos da gráfica?

Não. O Inep entende que conferir a prova antes de começá-la é uma regra que todo estudante deveria seguir sem haver tempo extra para isso. O edital traz uma recomendação explícita para que o candidato use os primeiros minutos para conferir a prova. Além disso, a gráfica (que é a mesma da última edição do Enem) vai ter que passar pelo controle de qualidade do Inmetro. A impressão da prova também será monitorada eletronicamente.

8-Se eu não concordar com o resultado, vou poder pedir recurso?

Pedir recurso e revisão de prova não será permitido. No entanto, o MEC (Ministério da Educação) criou uma regra caso os dois corretores que revisam as provas deem notas muito díspares. Se a diferença do resultado das duas correções for maior que 300 pontos, um terceiro corretor será chamado e a nota que ele der será a válida.

9- O ministro Fernando Haddad havia dito que o Enem terá duas edições no ano. Vai haver outra prova até o final do ano?

Não, pois não há tempo de preparar um novo Enem, e o banco de itens do Inep não tem volume suficiente para tal. Isso vai acontecer em 2012, provavelmente. O ministério anunciou que, no início do ano que vem, haverá uma nova aplicação do exame, em 28 e 29 de abril. A segunda edição do Enem seria em novembro.

10- Nos últimos anos, o Enem teve muitos problemas ? a prova foi furtada em 2009 e cadernos tiveram erros de impressão em 2010. Que tipo de medidas o MEC tomou para não repetir esses erros?

Esse ano, o MEC criou uma força-tarefa para evitar falhas. Além dos parceiros tradicionais, como agências de segurança (Polícia Federal, polícias militares e Forças Armadas). O MEC contratou uma empresa de gestão de riscos e o Inmetro, para que este faça uma certificação na gráfica que mais uma vez vai imprimir as provas do Enem.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site