Jogos de pôquer

SEÇÕES

MJ abre processo contra dona do Facebook por desinformação sobre ‘Desenrola Brasil’

O caso está relacionado a supostas tentativas de golpes na internet, envolvendo propaganda enganosa sobre o programa “Desenrola Brasil”

Processo contra dona do Facebook | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ), por meio da Secretaria Nacional do Consumidor, iniciou nesta terça-feira (5) um "processo administrativo sancionador" contra a Meta Platforms, empresa detentora do WhatsApp, Facebook e Instagram. A medida foi tomada devido à identificação de "indícios de desinformação e veiculação de publicidade indevida em plataformas digitais, promovendo conteúdo com propósito de fraude bancária ou financeira". O caso está relacionado a supostas tentativas de golpes na internet, envolvendo propaganda enganosa sobre o programa "Desenrola Brasil".

A abertura do processo está registrada no Despacho 1.555/23, publicado na edição desta terça-feira do "Diário Oficial da União" (DOU) e assinado pelo diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Vitor Hugo do Amaral Ferreira. O despacho aponta a Meta por "suposta violação às normas" do código de defesa do consumidor. A empresa será notificada da decisão e terá um prazo de vinte dias para apresentar sua defesa.

O programa Desenrola Brasil foi criado pelo governo federal para auxiliar pessoas endividadas a regularizar suas situações financeiras, oferecendo a possibilidade de quitar dívidas com desconto. Em novembro, o Ministério da Justiça já havia ordenado que tanto a Meta quanto o Google removessem propagandas enganosas relacionadas ao programa "Voa Brasil", que ainda não havia sido lançado.

Leia Mais

Em resposta à abertura do processo, a Meta afirmou possuir ferramentas para monitorar os conteúdos veiculados em suas plataformas digitais. A empresa ressaltou que não tolera atividades fraudulentas em seus serviços, removendo anúncios enganosos sobre o programa Desenrola Brasil assim que identificados. A Meta reiterou sua disposição em colaborar com as autoridades, conforme declarado em seu posicionamento oficial.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site