Jogos de pôquer

SEÇÕES

Dono do Botafogo se revolta após virada e pede renúncia do presidente da CBF

Ele afirmou que o Alvinegro foi vítima de más decisões e pediu a renúncia de Ednaldo Rodrigues.

John Textor se revoltou com a arbitragem do jogo | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O proprietário da SAF do Botafogo, John Textor, aumentou o tom de suas críticas em relação à arbitragem e à CBF após a derrota de virada para o Palmeiras no estádio Nilton Santos, durante a 31ª rodada do Brasileirão. Ele afirmou que o Alvinegro foi vítima de más decisões e pediu a renúncia de Ednaldo Rodrigues, o presidente da entidade máxima do futebol brasileiro.

Sobre a expulsão de Adryelson, Textor argumentou: "Ficou claro para o mundo inteiro que o cartão vermelho não deveria ter sido mostrado. Adryelson tocou na bola antes. Nem tenho certeza se foi falta."

Ele foi ainda mais incisivo ao denunciar a situação como "roubo e corrupção", declarando: "Não se trata apenas de um cartão vermelho; isso alterou completamente o rumo do jogo. Isso é roubo, isso é corrupção."

Quanto à sua demanda pela renúncia de Ednaldo Rodrigues, Textor enfatizou: "Por favor, me multe, Ednaldo [Rodrigues], mas você precisa apresentar sua renúncia amanhã de manhã. Isso é o que deve acontecer. Este campeonato virou uma piada; ninguém merece isso. Nem os jogadores do Palmeiras desejam vencer desta forma, e nós não queremos perder dessa maneira."

No que diz respeito ao estádio, ele declarou: "Isso precisa mudar. Ednaldo, você deve renunciar pelo bem do jogo; precisa acontecer agora. Isso é um roubo; você não pode me expulsar. Este é o meu estádio, e eu vou continuar aqui."

O contexto da partida envolveu o Botafogo abrindo uma vantagem de 3 a 0, mas sofrendo uma reviravolta com quatro gols do Palmeiras no segundo tempo. Além disso, Tiquinho Soares desperdiçou a oportunidade de marcar o quarto gol para o time da casa ao errar um pênalti.

A expulsão de Adryelson ocorreu quando o placar ainda estava 3 a 1 em favor do Botafogo. Ele cometeu uma falta em Breno Lopes durante um contra-ataque do Palmeiras aos 29 minutos do segundo tempo. O árbitro Braulio da Silva Machado, inicialmente, marcou apenas a falta, mas, após revisão no VAR, mudou de decisão e mostrou o cartão vermelho direto ao defensor do Botafogo, deixando a equipe com um jogador a menos na reta final da partida.

Com essa derrota, o Palmeiras chegou a 56 pontos, ficando a três pontos de distância do Botafogo. No entanto, o líder do campeonato tem um jogo a menos, que será contra o Fortaleza, no estádio Castelão. As declarações de Textor foram feitas durante uma entrevista à transmissão do Premiere após o término da partida.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site