Jogos de pôquer

SEÇÕES

Memória

Coluna sobre fatos históricos, acontecimentos e pessoas que marcaram a história da humanidade

Termina tragicamente o mais longo sequestro com cárcere privado do país

O sequestro se iniciou no dia 13 de Outubro, dentro da residência de Eloá, que na hora estava reunida com colegas realizando tarefas escolares

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

No dia 18 de Outubro de 2008, chega ao fim, de maneira trágica, na cidade de Santo André, São Paulo, a mais longa ação de cárcere privado do Brasil, que consistiu no sequestro de Eloá Cristina, uma garota de 15 anos, por seu ex-namorado Lindemberg Fernandes Alves, de 22 anos.

O sequestro se iniciou no dia 13 de Outubro, dentro da residência de Eloá, que na hora estava reunida com colegas realizando tarefas escolares. Armado e visivelmente perturbado, Lidemberg invadiu a residência e fez todos reféns. Inicialmente dois reféns foram liberados, restando no interior do apartamento, em poder do sequestrador, Eloá e sua amiga Nayara Silva.

Durante cinco dias a polícia usou todas as estratégias de negociação, na esperança de que o sequestrador libertasse Eloá e sua amiga Nayara, mas sem sucesso.

Termina tragicamente o mais longo sequestro com cárcere privado do país - Foto: Reprodução

Finalmente, após mais de cem horas de cárcere privado, policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) e da Tropa de Choque da Polícia Militar explodiram a porta e entraram em luta corporal com Lindemberg, que atirou em direção às reféns. Nayara deixou o apartamento andando, mas foi ferida com um tiro no rosto, enquanto Eloá, carregada nos braços de um policial, foi levada inconsciente ao Centro Hospitalar de Santo André, onde morreu horas depois em decorrência dos dois tiros que levou. O sequestrador foi preso e condenado a 98 anos e 10 meses de prisão. Em 6 de Junho de 2013, o Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu a pena para 39 anos e três meses de prisão.

Eloá, baleada na cabeça e na virilha, não resistiu e morreu por morte cerebral confirmada às 23h 30min de sábado (18 de outubro).

Eloá Cristina Pereira Pimentel (Maceió, 5 de maio de 1993 – Santo André, 18 de outubro de 2008) era filha do ex-cabo da PM Everaldo Pereira dos Santos e de Ana Cristina Pimentel. Seu pai foi acusado de assassinar o advogado José Volemberg Lins, então presidente do MDB de Palmares, em 20 de dezembro de 1989.

Termina tragicamente o mais longo sequestro com cárcere privado do país - Foto: Reprodução

Em 8 de janeiro de 2009 o juiz da Vara do Júri e Execuções Criminais de Santo André, determinou que Alves irá a júri popular pela morte da ex-namorada. Durante o interrogatório, Alves — orientado por sua advogada — preferiu não dar declarações, permanecendo de cabeça baixa, enquanto ouvia o resumo do caso. O julgamento de Lindemberg durou 4 dias, de 13 a 16 de fevereiro de 2012, e ele foi considerado culpado pelos 12 crimes de que foi acusado (um homicídio, duas tentativas de homicídio, cinco cárceres privados e quatro disparos de arma de fogo) e condenado a 98 anos e 10 meses de prisão pela juíza Milena Dias. Sua sentença foi transmitida ao vivo por diversas redes televisivas, como a Rede Globo, Rede Record e a BandNews TV. Lindemberg foi condenado a 98 anos e 10 meses de prisão; entretanto, o Código Penal, à época da condenação limitava a 30 anos o prazo máximo de cumprimento de pena de prisão, atualmente o limite é de 40 anos. Em 6 de Junho de 2013, o Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu a pena para 39 anos e três meses de prisão.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234