Jogos de pôquer

SEÇÕES

Esplanada

Coluna sobre a politica nacional

Colete? Policiais desconfiam de “gordura” na barriga de Bolsonaro

A lancha utilizada por Jair Bolsonaro e Carlos na pesca, pertencente ao pré-candidato Renato Araújo (PL), levanta questionamentos da PF sobre itens de segurança após retorno do mar.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Dono da lancha

É de propriedade do pré-candidato a prefeito de Angra dos Reis, Renato Araújo (PL), um bolsonarista, a lancha na qual Jair Bolsonaro e o filho Carlos saíram para pescar na manhã da operação da PF. Policiais desconfiaram daquela “gordura” na barriga do ex-presidente, na volta do mar. Não seria só colete salva-vidas que usava.

Núcleo duro

Passado o 1º ano de teste para o presidente Lula da Silva, seu desafio é arrumar a casa, ou seja, levar ao Palácio do Planalto ministros com maior desenvoltura política para a interface com o Legislativo – ele já teve muitos, por exemplo José Dirceu e José Múcio Monteiro (hoje na Defesa). Lula confidencia a amigos a dificuldade da lida dos amigos Rui Costa, na Casa Civil, e Alexandre Padilha, na Articulação. O baiano foi “presente” indicado por Jaques Wagner, e o segundo, mantido pelo PT paulista. Fato é que ambos se enrolaram nas tratativas. Costa não se dá com parte dos ministros – a quem trata como subordinados, não como colegas, reclamam alguns ao presidente. E Padilha está vendido com um Congresso Nacional dominado por Arthur Lira (não por Rodrigo Pacheco, o queridinho de Lula e Gilberto Kassab). Lula quer tirar os dois. Mas Wagner e José Múcio não querem mais voltar ao Palácio.

Câmara sem cabresto

O Palácio quer trabalhar em 2025 com um presidente da Câmara confiável e sem cabresto com os atuais líderes. Daí o tratamento diferenciado ao deputado e presidente do Republicanos, Marcos Pereira (SP). Corre por fora Elmar Nascimento (União-BA). Lira sem poder para fazer sucessor.

Ninho vazio

O que se tornou o PSDB mineiro na Câmara dos Deputados? Outrora poderoso, com bancada forte até a última Legislatura, amparada por Aécio Neves, hoje conta apenas com o ex-governador e Paulo Abi-Ackel. Rodrigo de Castro, um tucano dos mais votados, se mudou para o União. Um esvaziamento sem igual.

Dinheiro do povo Até a Justiça da Bahia cancelar o show de Gusttavo Lima em Campo Alegre de Lourdes (BA), cidade em decreto de emergência pela seca, ele batia pé pelo cachê de R$ 1,3

milhão. “A Balada Eventos (empresa dele) informa que não tem competência para fiscalizar as contas”.

Emprego & renda

A Ypê, fabricante de produtos de higiene e limpeza, comemorou no último sábado (10) 12 anos de atuação em Anápolis (GO). A indústria, que possui reconhecimentos nacionais pelas iniciativas de impacto à preservação, já gerou emprego e renda para mais 300 colaboradores diretos.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234