Jogos de pôquer

SEÇÕES

Esplanada

Coluna sobre a politica nacional

Bolsonaro salva Moro? Saiba por que PT retira testemunhas de acusação

Michelle eleita seria a grande vitória de Bolsonaro contra o Tribunal e os adversários

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Bolsonaro salva Moro ?

Os entusiastas da base do presidente Lula da Silva que apostavam na cassação do senador Sérgio Moro (União-PR) frearam as articulações ao descobrirem que Jair Bolsonaro pode lucrar. Enquanto o PL, partido do ex-presidente, aposta todas as fichas na ação que protocolou no TSE (Moro responde a outra, da coalização de Lula). O fato é que Michelle Bolsonaro pretende mudar seu domicílio eleitoral para o Paraná a tempo, caso se concretize a queda de Moro. E com potencial de ser eleita, a despeito da pré-candidatura de outro bolsonarista local, Paulo Martins – que deve ser aposta do PL para uma das vagas em 2026. Michelle eleita seria a grande vitória de Bolsonaro contra o Tribunal e os adversários. Não é coincidência a agenda do casal em evento para milhares de filiados do partido dias 15 e 16 em Curitiba. O PT retirou as testemunhas de acusação que iriam depor no TRE do Paraná e Moro pediu ao ex-deputado Deltan Dallagnol para não depor mais a favor dele. O senador depõe no TRE amanhã.

Mira o eleitor

O que foi surpresa para todo o Brasil – um senador Rodrigo Pacheco sempre cauteloso nas palavras mudar seu tom, e logo contra o STF – para os próximos não é surpresa. Ele quer ser governador de Minas e mira o eleitor insatisfeito com ministros do Supremo. Moda eleitoral agora é criticar a Corte. Pacheco tem pesquisas em mãos e sabe o que diz.

Espelho da polarização

A capital fluminense, reduto de Jair Bolsonaro, vai reeditar a polarização entre ele e o presidente Lula da Silva, direita x centro-esquerda, a se confirmarem duas candidaturas à Prefeitura em 2024. De um lado, o prefeito Eduardo Paes (PSD), que deve ir à reeleição, com apoio do Barba. De outro, a novidade é o nome do delegado e hoje deputado federal Alexandre Ramagem, ex-chefe da Abin, como candidato dos Bolsonaro.

Mudo na linha

O chefe da Casa Civil, Rui Costa, telefonou várias vezes semana passada, sem sucesso, para o presidente da Câmara, Arthur Lira, durante a reunião de líderes. Costa queria pedir que o PAC entrasse na lista das emendas parlamentares. Lira lembrou das promessas na Caixa, não cumpridas.

Jogada de mestre

Nas articulações diárias, usando a presidência da Comissão de Constituição e Justiça para pavimentar sua volta ao comando do Senado, Davi Alcolumbre (União-AP) fez uma jogada de mestre há dias para agradar a base governista, de quem tem ampla resistência. Escolheu o amigo maranhense de Flávio Dino, Weverton Rocha (PDT), para relator da indicação do ministro ao STF.

Clima quente

O clima esquentou no Palácio Buriti. A vice do governador Ibaneis, Celina Leão, que sonha ser a sucessora, acha que vai ser rifada e investe em aparições na TV. É que Ibaneis tem aliados mais graúdos.

ESPLANADEIRA

# Grupo SEB discute, entre dias 5 e 7, plano de levar para o Rio a Sphere International School com investidores interessados. # Startup Juntos Somos Mais bate recordes de pontos resgatados do programa de fidelidade na Black Friday. # MEC suspendeu dia 29 de novembro processos de autorização para 17 cursos à distância. # XXVII SNPTEE em Brasília bate recorde de público com mais de 5 mil participantes inscritos. # Deputado estadual Rafa Zimbaldi notifica UNIMED por descumprimento de acordo com Alesp. # Energy Future realiza, dia 13, em São Paulo, o EF Summit 2023



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234