Jogos de pôquer

SEÇÕES

Ari Carvalho

Coluna do jornalista Ari Carvalho

Júlio reage e diz que Haddad não pode acabar com ajuda ao setor de eventos

Deputado federal Júlio Arcoverde é contra acabar com o programa PERSE

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O deputado federal Júlio Arcoverde (PP) manifestou apoio público ao Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE). Ele destacou sua relevância na restauração econômica de segmentos prejudicados pela pandemia, sobretudo os setores de hotelaria, entretenimento, turismo e lazer.

SIM AO PERSE

"O PERSE desempenhou um papel crucial na mitigação dos impactos nos setores de eventos e turismo, impulsionando a retomada dessas atividades em todo o Brasil, contribuindo positivamente para a recuperação desses setores fundamentais", defendeu. 

"Não podemos retroceder agora. Continuaremos o debate no Congresso Nacional, defendendo esses setores vitais que geram empregos e impulsionam a economia brasileira. Sim ao PERSE!", declarou.

HADDAD QUER ACABAR

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o governo não tem como gastar R$ 17 bilhões anualmente na manutenção do PERSE até 2026. Ele, inclusive, apontou indícios de irregularidades no uso do programa.

As empresas de diversos segmentos têm descontos em suas dívidas, parcelamentos e deixam de pagar impostos federais. Isso para socorrer essa parte da economia durante as restrições de aglomeração à época da pandemia de Covid-19.

O autor da lei que cricou o PERSE, o deputado federal Felipe Carreras, do PSB de Pernambuco, avisou que o programa não pode ser desfeito de uma hora outra.

Júlio reage e diz que Haddad não pode acabar com ajuda ao setor de eventos 



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site

1234