Jogos de pôquer

SEÇÕES

Os sintomas da Covid-19 mudaram: conheça os mais comuns atualmente

Os sintomas mais comuns do início da pandemia de Covid-19 mudaram com a chegada de novas variantes

Os sintomas da Covid-19 mudaram com a chegada de novas variantes | Reprodução/Internet
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Febre alta, perda do paladar e do olfato e falta de ar costumavam ser os sintomas mais comuns da Covid-19, no início da pandemia. No entanto, com as novas variantes do vírus que foram surgindo, os sintomas também foram mudando e é importante estar atento a eles para detectar um possível caso da doença.

O infectologista e professor universitário, Leonardo Weissmann, explica que atualmente os sintomas que costumam aparecer com mais frequência são bem semelhantes aos de uma gripe comum ou constipação. Isso inclusive pode dificultar o diagnóstico. "Pode ser difícil saber só pelos sintomas se é Covid-19 ou não. Daí a importância da realização do teste", diz Weissmann.

A recomendação do infectologista e demais especialistas da área é que o teste seja realizado ainda no início dos sintomas, entre três e cinco dias desde os primeiros sinais. Nesse período a carga viral é mais alta. Por tratar-se de uma doença potencialmente grave e de elevada transmissibilidade, é importante que o paciente tenha o resultado do teste para que ele possa tomar os cuidados necessários para evitar transmissão, em caso de resultado positivo.

O médico afirma ainda que, mesmo sem sintomas, se a pessoas tiver tido contado com alguém que teve teste positivo para a doença, também deve fazer a testagem, pois, segundo ele, a infecção pode acontecer antes das manifestações aparecerem. Em caso de resultado positivo, mesmo sem sintomas, é necessário que os cuidados sejam seguidos.

Vacinação

A vacinação é reconhecida como uma das mais eficazes estratégias para preservar a saúde da população e fortalecer uma sociedade saudável e resistente. E no caso do coronavírus não é diferente. A vacina é disponibilizada gratuitamente pelo SUS e, para evitar que a doença volte a atingir altos patamares de transmissibilidade, é necessário que as pessoas mantenham sua caderneta de vacinação atualizada.

Origem da doença

O SARS-CoV-2 é um betacoronavírus descoberto em amostras de lavado broncoalveolar obtidas de pacientes com pneumonia de causa desconhecida na cidade de Wuhan, província de Hubei, China, em dezembro de 2019. Pertence ao subgênero Sarbecovírus da família Coronaviridae e é o sétimo coronavírus conhecido a infectar seres humanos.

De acordo com Weissmann, os sintomas mais comuns da Covid-19 atualmente são:

Febre ou calafrios;

Tosse seca e persistente;

Cansaço;

Dor de garganta;

Dores de cabeça;

Dores musculares em todo o corpo;

Pingo no nariz;

Náusea/vômito;

Diarreia.

Outros sintomas possíveis:

Fadiga;

Perda de apetite;

Dificuldade para respirar;

Dor no peito;

Erupção cutânea;

Conjuntivite;

Perda de paladar;

Perda de olfato.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site